segunda-feira, 21 de abril de 2014

Celula Urbana do Jacarezinho



BAUHAUS PARTICIPA DE URBANIZAÇÃO DA FAVELA DO JACAREZINHO


Rio De Janeiro: Celula Urbana - projeto modelo para favelas brasileiras 2000-2004




Em 2000, a Fundação Bauhaus Dessau foi convidada pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro, para desenvolver um projeto modelo para uma das 500 favelas das metrópoles brasileiras. Background desta colaboração com o Rio de Janeiro foi o programa Favela Bairro da cidade, que tem como objetivo agregar valor a áreas pobres e integrá-los no contexto urbano em geral.

O projeto modelo "Celula Urbana" perseguiu uma política especial de desenvolvimento urbano: evoluiu nas estruturas sócio-espaciais da favela e da própria arquitetura favela como abrigar potencial de desenvolvimento foram reconhecidos e serviu de base para o planejamento urbano, tendo em conta as perspectivas de vida individuais dos habitantes.

O trabalho de design e planejamento específico foi precedida idéias e ações artísticas que surgiram dentro do 1st International Bauhaus Kolleg Cidade Complex em 2000 Jacarezinho. O grupo - artistas de mídia, arquitetos, cientistas da computação, designers e historiadores - examinou o local e abriu-a através de acções de intercâmbio e comunicação com a metrópole.

Núcleo do projeto modelo da Fundação Bauhaus Dessau é a "célula urbana", uma área de modelo, que propõe soluções para o protótipo, aplicável em toda a favela intervenções urbanas e arquitectónicas. Estes permitem que os moradores e pessoas de negócios, fazer intervenções pontuais em auto-organização.

Em primeiro lugar, uma nova estrutura de enredo foi proposta no sentido de renovação urbana cautelosa, o que permitiu um aumento nas parcelas de pequena escala a nível económico. O objetivo do trabalho de renovação, é também, além da otimização do layout e produção de normas mínimas de espaço e tamanhos de apartamentos para melhorar o clima.

2002, em seguida, começou a trabalhar na infra-estrutura e edifícios no bairro modelo. Na presença do Presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, as autoridades da cidade e ex-diretor da Fundação Bauhaus Dessau, a primeira concluída a construção do projeto de modelo de "Celula Urbana" foi entregue aos moradores da favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro em 5 de Agosto de 2004.

No centro de mídia de quatro andares - o chamado núcleo - um cibercafé e um centro de informação da favela Jacarezinho estão situados junto a uma escola de mídia. Em estreito contacto com o pessoal do Ars Electronica (Linz) e peritos do Rio aqui é uma educação de tecnologia de mídia, incluindo subsídios em vídeo, edição e tecnologia de som que permite a produção de produções próprias. Sobre uma tela de projeção semi-transparente tanto externa quanto na sala de exposições no piso térreo, este, em seguida, pode ser apresentado.

Dentro do edifício foi dispensada paredes estruturais. Além das funções, galerias, desenvolvimento e instalação eixos estão concentrados numa parte estreita do edifício no lado ensolarado. Através desta camadas da parede exterior cria uma zona tampão que impede o aquecimento de quartos por trás de uma diversidade espacial maior permite e dá uma impressão de profundidade nas relações enredo extremamente apertados. Meios simples, como a tela de sombreamento e um duto de ventilação deverá sob condições tropicais para uma estadia agradável no edifício.

O projeto "Celula Urbana" é composto por três áreas principais inter-relacionados - o distrito modelo inclusive com o núcleo, uma ponte pedonal como uma nova abordagem para a favela eo foyer, uma área de cobertura da favela, onde, entre outras coisas, um centro internacional para projetos em áreas pobres surgirão.

     Gerenciamento de Projetos: Omar Akbar

     Arquiteto: Silvan Linden, em Berlim; Rainer Weisbach, Dessau com René Weiszbarth, Dessau e Bernard de Opole, Berlin









Fonte: http://www.bauhaus-dessau.de/celula-urbana-jacarezinho-rio-de-janeiro.html?highlight=jacarezinho 

.........................................................................................................................................................................................................

Inaugurado em 2004

Equipado com um cybercafé (Café Internet), O projeto feito no papel, mostrava que o espaço deveria ser um centro de informação e escola de comunicação para formar jovens em técnicas de vídeo e edição de imagens e som, mais o projeto nunca saiu do papel. O edifício de quatro pavimentos foi mantido pelo município e teve um apoio do  consulado da Áustria no Rio de Janeiro. O projeto batizado de Célula Urbana foi resultado do debate internacional Bauhaus Kolleg, realizado em 2000 no Jacarezinho na qual grande arquitetos, engenhos e outros profissionais ficaram murando dentro da comunidade durante alguns dias.
A obra ficou inacabada, deveria ter mais um prédio em anexo, e a praça da Concordia deveria ser ampliada e ter uma arquibancada
...............................................................................................................................................................................................................

Gestores

Inicialmente a CUFA, ficou administrando durante um ano junto com o Gabinete de  Assessoria do Prefeito e logo depois ficou a ONG Nova Horizonte, com a troca de prefeito, e devido o espaço ficar numa área de confronto armada, nenhuma instituição se propôs em tocar o espaço, ficando então esta responsabilidade dos responsável do Café Internet em manter o espaço, hoje em (2014) o gestor do espaço é a Associação dos Moradores.

.............................................................................................................................................................................................................

















 
← Anterior Proxima → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário